Como a tecnologia mudou a comunicação no ambiente de trabalho

O telefone mudou a forma como nos comunicamos no trabalho – bem como o fax, o computador pessoal e, claro, a internet. Mas, até recentemente, as tecnologias de comunicação não haviam mudado onde realizamos nosso trabalho.

Em 2019, quase um quarto dos funcionários nos EUA trabalhou em casa pelo menos alguma parte do tempo. Neste ano, em resposta à pandemia global que tornou os momentos de aglomeração inseguros, quase metade dos empregadores nos EUA instituíram políticas de trabalho remoto. Essa transição mostra como a tecnologia mudou a comunicação no ambiente de trabalho – tornando uma conversa remota tão produtiva quanto uma reunião presencial.

Novas tecnologias permitem que equipes colaborem e compartilhem informações sem precisar estar na mesma sala, abrindo o caminho para escritórios remotos. Confira algumas das tecnologias de comunicação que forjaram o caminho em direção ao teletrabalho e telecomutação, além da forma como elas alteraram o fluxo de informação no trabalho.

1. Produtos de telecomunicação móvel nos mantêm conectados 24h por dia

Em primeiro lugar, sim, a cultura de trabalho “sempre online” que acompanha nossa dependência em relação aos dispositivos móveis acaba prejudicando nossa produtividade. Dito isso, essa mesma tecnologia nos oferece a capacidade de sair do trabalho para uma consulta médica ou um recital.

A habilidade de carregar nossos trabalhos no bolso possibilitou horários mais flexíveis, além de finais de semanas úteis de trabalho; para o bem ou para o mal, não temos mais de ficar vidrados no telefone esperando aquela ligação crítica.

2. Plataformas para videoconferências simulam a comunicação presencial com alcance global

Expressões faciais e a linguagem corporal passam uma enorme quantidade de informações – mais, talvez, do que as palavras que falamos. O uso de videoconferências permite que membros de uma mesma equipe tenham conversas importantes sem perder os sinais visuais que adicionam à mensagem.

“As pessoas tendem a perceber a comunicação de forma muito arcaica e antiquada,” afirma Jenn Thornton, da 304 Coaching. “Eles a consideram apenas como a entrega de informações. Mas a comunicação não se trata apenas disso. É trabalhar com as coisas que não podemos mudar – a forma como o cérebro percebe as informações – para ajudar as pessoas a se abrirem e colaborarem no ambiente de trabalho.”

Graças às videoconferências, funcionários podem colaborar de diferentes partes de uma cidade (ou a oceanos de distância), desfrutando de muitas das vantagens de um escritório compartilhado.

3. A colaboração baseada na nuvem nos permite co-criar documentos à distância

Nenhuma conversa editorial pode se comparar a uma edição real, especialmente quando o documento lembra quem fez qual alteração e quando, além de permiti-lo voltar para o rascunho original com um clique do mouse. Serviços em nuvem como Google Docs e Microsoft Teams nos permitem esboçar, editar, revisar e comentar sobre nossas criações no local de trabalho de forma remota.

Em resumo, a colaboração na nuvem permite que colegas de equipe distantes contribuam com um documento sem nunca tocar em uma página física. Essa possibilidade por si só já contribui bastante na eliminação dos requisitos de proximidade física que definiam os ambientes de trabalho das gerações anteriores.

4. Plataformas de mensagens baseadas em canais nos ajudam a organizar conversas em grupo

O fato de que 43% das empresas Fortune 100 pagam por serviços Slack sugere o quão profundamente incorporados os aplicativos de mensagens se tornaram em nossa comunicação no ambiente de trabalho (se você não é fã do Slack, confira nossa lista contendo outros serviços de mensagens).

Essas plataformas nos proporcionam a possibilidade de separar diferentes conversas em canais. Estes permitem uma comunicação instantânea e assíncrona em um mesmo tópico, além de tornarem as discussões mais públicas, ajudando a manter toda a equipe numa mesma página digital. O resultado final é um pipeline de comunicação muito mais ágil.

5.Formulários online coletam dados em massa de diferentes fontes

Por vezes você precisa que uma mensagem flua de diferentes respondentes para um único tomador de decisões. Empregadores precisam coletar o feedback de seus funcionários. Gerentes precisam coletar ideias de suas equipes. Solicitações de trabalho, verificações de candidatos e inscrições em webinars são apenas mais alguns dos exemplos do uso de formulários online no ambiente de trabalho – uma peça única de tecnologia da comunicação.

O intuitivo editor do Jotform com recurso arraste-e-solte permite que os usuários criem formulários online personalizados em minutos. Uma grande e crescente biblioteca de modelos de formulários – mais de 10.000 e contando – facilita ainda mais a coleta de dados indispensáveis a partir de audiências de virtualmente qualquer tamanho.

Cada um destes exemplos mostra como a tecnologia mudou a comunicação no ambiente de trabalho. Juntos, estes contribuem para a possibilidade de uma mão de obra completamente remota – uma possibilidade que está se tornando realidade para um crescente número de trabalhadores.

This article is originally published on Apr 27, 2021, and updated on Nov 08, 2021.

Enviar Comentário:

Jotform Avatar
This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comentar:

Podo CommentSeja o primeiro a comentar.