4 problemas de marketing enfrentados por agricultores

A COVID-19 provocou desafios para a oferta e demanda – trazendo à tona diversos problemas de marketing para os agricultores. No topo da lista está a realidade de que estes precisam poder comercializar seus produtos de forma independente e direta.

Durante o pico da crise, com as prateleiras dos supermercados vazias, o colapso na cadeia de suprimentos forçou agricultores a destruir seus produtos. A situação deixou essas fazendas lutando para permanecer à tona.

Ching Lee, editora assistente da Ag Alert, relata que muitos agricultores tiveram que repensar a maneira como faziam negócios e “buscar diferentes alternativas de mercado” para continuar funcionando. Um agricultor, James Birch, contou a Lee que o uso de novas abordagens de marketing foi fundamental para a sobrevivência de sua fazenda: “Nossa renda passou de algumas dezenas de milhares de dólares para nada, e não era como se tivéssemos dinheiro no banco”.

Muitos agricultores em situações semelhantes à de Birch estão embarcando em empreitadas de marketing agrícola que garantem um pipeline mais direto para os clientes e sustentabilidade de longo prazo para seus negócios.

Entretanto, o marketing direto ainda é algo novo para inúmeros agricultores que há muito dependem de intermediários para levar seus produtos ao mercado. “De certa forma, adicionar um marketing direto da fazenda é o mesmo que abrir um pequeno negócio em adição ao seu trabalho de produção”, escreve Larry Lev, professor de economia aplicada da Oregon State University.

Em outras palavras, o marketing agrícola direto ao consumidor possui uma curva de aprendizado bastante íngreme. Confira abaixo quatro dos problemas mais comumente enfrentados pelos agricultores ao tentar comercializar seus produtos diretamente aos clientes.

1. Falta de habilidades e recursos de marketing

Alcançar os clientes é um dos aspectos mais difíceis na operação de qualquer negócio. Mesmo profissionais de marketing experientes têm dificuldade em superar tais desafios. O marketing também não é algo barato. Este exige um investimento de tempo e dinheiro significativo para ser bem sucedido.

A adoção de novas estratégias de marketing exigirá que os agricultores reavaliem como estão gastando seu tempo e dinheiro. Estes terão que arranjar tempo para desenvolver suas habilidades de marketing e executar planos de marketing, além de manter suas operações agrícolas diárias. Também será preciso que estes examinem profundamente as finanças de suas fazendas.

2. Altos níveis de concorrência

De acordo com dados da Statista, existiam mais de 2 milhões de fazendas nos Estados Unidos em 2019 (a definição de fazenda é uma operação que possui US$1.000 ou mais em vendas de produtos agrícolas em um ano). Acrescente a este valor as fazendas menores espalhadas por todo o país, e as opções para a compra de produtos agrícolas são vastas. Isso pode dificultar bastante a movimentação dos agricultores para novos mercados ou seu estabelecimento independente.

Este é um dos principais motivos pelos quais os agricultores estão migrando para as vendas online.

3. Migrando para as vendas online

Devido às restrições impostas sobre as interações pessoais, a pandemia obrigou muitos agricultores a migrar para o meio digital buscando vender seus produtos. Este pode se tornar um esforço de longo prazo para os agricultores. Lisa Held, repórter política sênior do Civil Eats, argumenta que “este momento representa uma oportunidade poderosa para produtores individuais e agregadores locais aumentarem sua presença online”.

Para muitos agricultores, um dos maiores desafios do marketing agrícola é a elaboração de modelos de negócios para incorporar um marketing e transporte direto ao consumidor, observa Held. Outro desafio importante é a criação de uma presença online através de sites e páginas em redes sociais para se conectar e vender aos clientes.

Embora estes obstáculos sejam consideráveis, há vantagens em superá-los, como um maior alcance em relação aos clientes e uma temporada de vendas prolongada, observa Lev.

Para sua informação

Conheça os pormenores do marketing agrícola com nosso guia de marketing agrícola gratuito! Descubra métodos de marketing, aprenda como configurar uma loja online para seus produtos e muito mais.

4. Questões logísticas associadas à entrega dos produtos aos consumidores

À medida que os agricultores expandem seu alcance para vender diretamente aos consumidores, surgem outros problemas de comercialização. Estes incluem o armazenamento de produtos para manter seu frescor e a entrega de produtos frescos aos clientes. Produtos agrícolas possuem um prazo de validade limitado, o que proporciona um curto período de tempo para que os agricultores possam atender às expectativas dos clientes.

Combater esses problemas pode exigir o investimento em instalações de armazenamento e a reelaboração de processos para garantir o frescor dos produtos.

Embora a resolução destes desafios possa parecer assustadora, superá-los pode colocar os agricultores no caminho certo para uma maior independência. Nesses tempos incertos, conforme o mundo se ajusta a um novo normal, os agricultores devem priorizar a autossuficiência como forma de manter seus negócios funcionando.

Enviar Comentário:

Jotform Avatar
Este site é protegido por reCAPTCHA, sendo aplicáveis a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google.

Comentar:

Podo CommentSeja o primeiro a comentar.
Access powerful form features with Jotform's free plan.
Access powerful form features with Jotform's free plan. Sign Up for Free!
Make an online form in minutes with Jotform.
Make an online form in minutes with Jotform. Create a Free Form
Discover Jotform’s powerful online form features.
Discover Jotform’s powerful online form features. View Available Plans